10 fatos que irão fazer você olhar para openLCA com outros olhos!

1) O que é o openLCA?

O openLCA é um software desenvolvido pela GreenDelta GmbH para a gestão de informações relacionadas ao ciclo de vida dos Sistemas de produto. Atualmente na versão 1.6 , a ferramenta é ideal para o desenvolvimento de projetos de Avaliação do Ciclo de Vida dentro das exigências da ISO 14040 e ISO 14044; para a realização de Pegadas Ambientais – como a Pegada de Carbono; para Análises por indicadores de desempenho ambiental; para o atendimento aos requisitos das DAPs, entre outros.

Compatível com Windows, Mac OS e Linux, o openLCA é atualizado tecnicamente todos o anos e sua comunidade de usuários cresce constantemente (10.000 downloads por ano).

 

2) O openLCA é um software pago?

Não! Ele é o único software profissional em gestão de informação de ciclo de vida no mundo totalmente gratuito, sem custos de licenças e open source.

 

3) Isso significa que não terei nenhum custo com a aquisição?

Exatamente! Contudo, as principais bases de dados de ciclo de vida do mundo continuam tendo custos de aquisição e atualização. Bancos de dados extensas como o ecoinvent ou o GaBi database são gerenciadas e comercializadas por Organizações privadas e demandam investimentos.

 

4) Mas o que significa open source?

O termo open source (“código aberto” em português) refere-se ao software ou programa que pode ser modificado, inspecionado e compartilhado pelas pessoas porque seu design é acessível ao público (no caso do openLCA, desde que as licenças dos bancos de dados permitam), o que torna-o transparente. Isso permite que o openLCA seja adaptado de acordo com demandas específicas dos setores, incluindo automatização de cálculos, programação para importações ou exportações de dados, análises de sensibilidade variando parâmetros e muito mais (permite as programações Python e JavaScript e consultas SQL).

 

5) Aplicativo ou Instalação do software?

Ambas! O openLCA funciona quando instalado a partir de um setup em sua máquina e também na forma de aplicativo.

 

6) Como você prefere modelar?

O openLCA permite que a modelagem de um sistema de produto seja realizada tanto na forma de processos unitários onde os fluxos de entrada e de saída são “auto conectados” a um fluxo intermediário de produto (como no SimaPro) ou na forma de fluxograma, com processos ligados “manualmente” (como no GaBi). Desta forma o usuário pode optar pelo modo mais adequado para realizar a sua modelagem, seja ele intuitivo ou visual.

 

7) Quais as possibilidades de interpretação de resultados?

O openLCA permite uma completa gama de ferramentas para a interpretação dos resultados de uma modelagem do ciclo de vida, desde elementos básicos da análise como identificação de fluxos mais relevantes do inventário até análises mais complexas como incertezas e diagrama de Sankey. Desta forma, navegando pelas diversas abas de resultados, o usuário consegue extrair as informações que necessita para qualquer objetivo e escopo de projeto ambiental.

A primeira aba apresenta um resumo rápido dos resultados do Inventário de Ciclo de Vida (ICV) e da Avaliação de Impactos de Ciclo de Vida (AICV). Assim, o usuário já consegue ter uma primeira e rápida visão dos resultados geralmente mais utilizados nos relatórios de ACV, como os principais processos/origens das emissões de Gases do Efeito Estufa (GEE). Estas mesmas informações podem ser analisadas com maior profundidade nas abas especificas de ICV e de AICV.

Em seguida há a possibilidade de visualização dos resultados normalizados e ponderados (caso haja esta condição no método de AICV). Este tipo de avaliação é importante quando se quer avaliar os resultados em uma mesma base unitária ou em um valor agregado como uma pontuação única. Outras abas fornecem a mais variada possibilidade de mapeamento percentual ou por unidade de fluxos, consumos, gerações, impactos potenciais, processos upstream e downstream (árvore de contribuição) e diagrama de Sankey. A aba de agrupamento possibilita categorizar fluxos ou processos de acordo com o interesse da análise. Por exemplo, havendo a necessidade de entender de que forma o consumo de diversos modais de transporte influenciam na geração de GEE, é possível categorizá-los a parte de forma que sua parcela seja destacada na pizza de Mudanças climáticas.

 

8) É verdade que os resultados são integrados ao Sistema de Informação Geográfica (SIG)?

É possível incluir dados locais dos processos na modelagem, bem como para definir fatores de impacto específicos do local de ocorrência no método de avaliação de impactos (usando parametrização). 

 

9) Posso avaliar a incerteza da informação?

Com certeza! Além de uma recomendação por norma, é altamente recomendável que a incerteza esteja sempre indicada quando na tomada de decisão em projetos de ACV. Neste campo o openLCA permite que a incerteza dos dados seja avaliada de duas formas principais: análise de Monte Carlo e Matriz Pedigree.

 

10) Consigo criar relatórios customizados e acessíveis?

Sim. O openLCA permite que relatórios sejam customizados pela inclusão de sessões específicas de informação na aba de relatório de sessões para cada projeto.

Desta maneira é possível informar de forma simples, direta e rápida somente o que for de interesse para a tomada de decisão, sem que haja a necessidade de exportação e tratamento de dados em planilhas extras. Além disso, este relatório pode ser facilmente exportado para formatos de leitura ou ainda ser salvo em HTML, tornando-o acessível de forma dinâmica em qualquer navegador de internet.

 

Tem interesse no openLCA? Quer aprender a utilizar as possibilidades desta ferramenta?

A EnCiclo está oferecendo o treinamento avançado em modelagem no openLCA em São Paulo nos dias 05 e 06 de outubro de 2017.

Não perca este oportunidade e inscreva–se AQUI!

 

Até a próxima!